18/01/2013

Três amigos e dois SMARTPHONES


As facilidades do mundo tecnológico da comunicação são inegáveis e adoro, adoro tudo que facilita a vida e ajuda na interação. Porém, alguns aparatos podem ser protagonistas de verdadeiras bizarrices.

Se você não porta um aparelho de comunicação remota para todos os cantos, você é um fora do ar, fora da moda e seus amigos não saberão das suas peripécias diárias. Triste?...
Penso que Amélie Poulain não teria se interessado em promover a felicidade alheia se tivesse um smartphone.

Em 2004 fui a Buenos Aires com minha Tia Elizabet para um congresso de pessoas não videntes. Não levei câmera fotográfica e não comprei nenhuma descartável porque tinha a intenção de comprar uma no aeroporto de São Paulo. Mas foi tudo muito corrido e não deu tempo. Minha segunda opção então era comprar uma qualquer na Argentina e na volta comprar uma melhor em SP. Mas, no hotel, tomei a consciência de que estava em um grupo de novos amigos cegos. E que eles curtiam de corpo e alma tudo, com tamanho entusiasmo e intensidade, sem enxergarem absolutamente nada, que pensei: _ porque preciso de uma câmera? Posso fotografar com os olhos o que eles fotografam com a mente. Não preciso de imagens porque as emoções que estou passando aqui não podem ser contadas e passadas através de fotos. (trecho do texto de minha autoria: Uma fotografia mental de Buenos Aires, que você pode ler aqui).

Fonte: http://jpjeunet.com/gallery/amelie-audrey-tautou/
Talvez se eu estivesse com uma câmera eu não teria aproveitado tanto e percebido tanta coisa. Assim como os portadores de dispositivos móveis de comunicação podem não perceber os pormenores em uma viagem, pois estão mais preocupados em enviar mensagens, fotos e falar com outro atrás da linha do que com quem está na sua frente e tudo ao seu redor.


Se você estiver sem smartphone e na companhia de dois amigos SMARTPHONADOS, não tenha dúvidas, saia de perto e vá fazer uma caminhada ou pedalar. 


Fonte: http://images.google.com.br


E não se preocupe, talvez eles nem percebam que você se ausentou.


Para os SMARTPHONADOS fica a dica de um filme que é uma verdadeira celebração dos pequenos prazeres da vida: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Fonte: http://jpjeunet.com/gallery/amelie-audrey-tautou/
Simples assim...porque vida sustentável é vida em comunidade.